COMPARTILHAR

Por Jornal do Carro

Gol e Ka passaram por mudanças, ganharam novas versões e inéditos câmbios automáticos em versões com foco no custo-benefício

A demanda do brasileiro por câmbios automáticos chegou a um novo patamar com a ampliação das vendas às pessoas com necessidades especiais. De olho no público PCD, as montadoras vêm ampliando a oferta de modelos com esse tipo de transmissão, que acaba de estrear no renovado Ford Ka e no Volkswagen Gol. Neste comparativo, a dupla de estreantes desafia o líder de vendas do segmento, Chevrolet Onix, que ganhou uma versão mais simples sem pedal de embreagem.

Comparativo: Ford Ka, VW Gol e Chevrolet Onix automáticosOs novatos são o Gol Trend, com motor 1.6 de até 120 cv e tabela inicial de R$ 54.580 e o Ka SE, com propulsor 1.5 de até 136 cv, que parte de R$ 56.490. Já o Onix é da versão Advantage que, com seu 1.4 de até 106 cv, custa R$ 55.290.

Todos têm câmbios automáticos de seis velocidades. O Ford das fotos é da versão SE Plus e o Chevrolet, da de topo LTZ.

Comparativo: Ford Ka, VW Gol e Chevrolet Onix automáticosO Onix agrada pelo conforto e consumo. O Ka se destaca em motor e desempenho. O Gol sobressai em preço, manutenção e equipamentos, quesitos com peso maior em uma categoria em que a compra se pauta pela racionalidade. Por isso, venceu o comparativo.

Nos três hatches, o acabamento é típico de versões de entrada, com muito plástico duro e tecidos simples nos bancos. No Gol, a sensação de despojamento é maior. Os bancos, mais finos e estreitos, têm pouco apoio lateral e cansam os ocupantes em viagens longas. Para regular a altura do assento, o motorista tem de dar um tranco com o corpo, e move só a parte traseira da peça.

Comparativo: Ford Ka, VW Gol e Chevrolet Onix automáticosSe a maior idade do projeto do Gol aparece nos detalhes, pelo menos a VW atualizou o desenho do painel e instalou um útil suporte de celular, com porta USB.

Ka e Onix têm cabine e desenho do painel com visual mais moderno. Porém, seus instrumentos trazem só o essencial – não há marcador da temperatura do motor, presente no Gol. O Chevrolet tem os bancos mais amplos e confortáveis do trio, com regulagem da altura do assento do condutor por roldana. Mas, mesmo no ajuste mais baixo, a posição de guiar é bastante elevada, o que pode incomodar. No Ka, motoristas de diversas estaturas se dão bem.

Comparativo: Ford Ka, VW Gol e Chevrolet Onix automáticosAtrás, os três são bons para dois adultos. No Onix, um terceiro ocupante tem o espaço para as pernas mais limitado pelo console central e pelo duto no assoalho. Já no Ka, o assento mais curto faz parecer que a área livre é maior. O porta-malas do Ford é o menor, com 257 litros, contra 280 l do Chevrolet e 285 l do VW.

As três versões são simples, e o Gol é o único que oferece alguns itens de conforto além do básico, ainda que pagos à parte. O pacote Urban (R$ 3 mil) inclui retrovisores elétricos com repetidores de seta, sensor de obstáculos traseiro, faróis de neblina e regulagem de profundidade do volante.

Comparativo: Ford Ka, VW Gol e Chevrolet Onix automáticosPor R$ 2.100, há central multimídia com GPS. As versões de entrada de Ka e Onix trazem apenas um rádio com porta USB e conexão Bluetooth.

Ka se destaca pelo conjunto mais prazeroso

Quando o assunto é prazer ao dirigir, a vantagem do Ka é ampla. O novo motor Dragon de três cilindros e 1,5 litro entrega 136 cv com etanol e um desempenho bem superior ao dos dois concorrentes.

Com 85% do torque já disponível a 1.500 rpm, o Ford arranca com vontade e desperta de imediato quando provocado – em ciclo urbano, o propulsor até sobra. Direção direta e suspensão firme na medida certa fazem do Ka um carro sempre à mão. Em retomadas, ele é mais ruidoso que os rivais, mas isso não chega a incomodar.

O propulsor 1.6 de 120 cv do Gol dá conta do recado e agrada pela suavidade. Mas suas respostas acabam sendo limitadas pelo novo câmbio. Em algumas ocasiões, ele passa as duas primeiras marchas rápido demais, para economizar combustível, e acaba usando a terceira para ganhar velocidade. O resultado são acelerações anestesiadas, que lembram as de modelos com caixas CVT.

Comparativo: Ford Ka, VW Gol e Chevrolet Onix automáticosAlém disso, em aclives a transmissão titubeia: é rápida na redução, mas depois “esquece” de trocar a marcha quando não é mais necessário extrair força do motor.

O Onix fica na lanterninha em desempenho. Seu veterano 1.4 de 106 cv, herança do antigo Corsa, tem respostas pouco empolgantes. Na cidade, ele até vai bem. Porém, em ultrapassagens, a transmissão tem de reduzir várias marchas, a rotação extrapola as 4.000 rpm e o motor é um pouco lento para ganhar velocidade.

Prós e contras

Ford Ka SE
PRÓS

Agilidade
Motor responde de imediato quando provocado e deixa o Ka gostoso de acelerar.

CONTRAS

Porta-malas
Compartimento de bagagens do Ford é o menor do trio, com apenas 257 litros.

Chevrolet Onix Advantage
PRÓS

Conforto
Cabine trata bem os ocupantes, com bancos confortáveis e entre-eixos maior.

CONTRAS

Desempenho
Respostas do motor 1.4 estão longe de empolgar, sobretudo em retomadas.

VW Gol Trend
PRÓS

Preço
Tabela e revisões são as mais baratas. Há opcionais que rivais não oferecem.

CONTRAS

Transmissão
Trocas às vezes rápidas demais ou lentas demais e limitam o potencial do motor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui