COMPARTILHAR

Aguardada pelos fãs mais aguerridos desde a geração passada, a versão RS do Fiesta é o tipo de novidade que gostaríamos de ver, mas que nunca chegou ao mercado. O compacto até já trocou de geração, a variante foi novamente especulada pela imprensa e, no entanto, a decisão de não lançá-la segue de pé dentro da Ford. E, na falta dela, só nos resta então imaginar, virtualmente, o que estamos perdendo. Foi exatamente o que fez a agência Automedia com a projeção acima.

Tomando por base algumas características da versão homônima do Focus, o improvável Fiesta RS surge com visual agressivo e a pegada típica de modelos equivalentes. A dianteira é marcada pelas novas entradas de ar do para-choque e a carroceria é pintada naquele inconfundível tom de azul do primo mais velho. Completam o pacote os logotipos identificativos, o novo desenho das rodas e o nada discreto aerofólio. Sob o capô, poderíamos pensar em um motor de 4 cilindros turbinado com potência na casa dos 250 cv.

Na realidade, porém, a versão mais próxima do RS a compor o portfólio será a ST. Já lançada na geração passada, tem visual com detalhes exclusivo e proposta igualmente apimentada (porém não tanto quanto um eventual RS poderia ter). É equipada com motor 3-cilindros 1.5 turbo de 200 cv e tem aceleração de 0 a 100 km/h em 6,7 segundos.

Fonte: Carplace

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui