COMPARTILHAR

Por Motor1

Modelo terá coeficiente de arrasto de apenas 0,22, adianta a marca

Aproximadamente três meses depois de lançar o Classe A Sedan em versão alongada na China, a Mercedes-Benz dá início à campanha promocional de lançamento da versão convencional, a ser vendida no mundo todo (cotada inclusive para produção no Brasil). Entre outras informações, a marca divulga teasers e adianta que o três-volumes terá o melhor índice de eficiência aerodinâmica para um modelo de produção. Terá coeficiente de arrasto (Cx) de apenas 0,22 e superará o primo CLA 180 CDI BlueEfficiency – atual recordista.

Para alcançar o número, a marca fez um engenhoso trabalho aerodinâmico que incluiu spoilers dianteiros e traseiros especialmente ajustados para canalizar o fluxo ar ao redor das rodas, pneus específicos e grade exclusiva que otimiza a passagem de ar pelo compartimento do motor. Além disso, foi implementado um novo conceito de vedação na área ao redor dos faróis e criado um painel quase completo na parte inferior do carro.

A Mercedes diz ainda que o sedã terá 2,72 metros de distância entre-eixos e herdará todo o conjunto de motores, tecnologia e segurança do irmão hatchback. Contará com o maior espaço no banco traseiro da categoria e usará o moderno sistema de entretenimento MBUX.

Mercedes Classe A Sedan 2019 teasers

Todo o projeto foi tocado em Sindelfingen, na Alemanha, onde a empresa possui um túnel de vento. A produção será tocada na fábricas de Rastatt, em solo alemão, mas também em Aguascalientes, no México. A estreia oficial acontecerá dentro de poucas semanas.

Impasse com o XL1

Mas, com um coeficiente de arrasto de incríveis 0,19, o Volkswagen XL1 não é o carro de produção mais aerodinâmico do mundo? Sim e não, tendo em vista o baixo volume fabricado. Na prática, a VW construiu apenas 250 unidades do modelo, número bem distante da realidade comercial que o Classe A Sedan alcançará.

Fotos: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui